Spring e a salada de jars

março 12, 2007 às 5:43 pm | Publicado em Java | Deixe um comentário

Gostaria de aproveitar a oportunidade para agradecer a privilegiada posição que meu post anterior está no ranking de votos do portal infoblogs. Valeu galera!!!

Gostaria de retribuir os votos com um post sobre o framework spring.

Quando você fez o download no spring, com certeza estranhou a quantidade de jars que se encontram dentro da pasta dist. Ao invés de criar um único jar com todas as classes necessárias do framework, foram criados vários jars onde cada um é responsável por um “módulo” do framework. Isto possibilita o desenvolvedor ser mais seletivo quanto aos recursos que deseja adicionar no projeto.

Distribuição FULL…

O arquivo spring.jar contém todas as classes do framework. É muito comum adicionar somente este jar no classpath da aplicação, porém aconselho analisar as reais necessidades do projeto e optar por adicionar somente os jmódulos necessários.

Distribuição por Módulos…

Como mencionado anteriormente, na pasta lib podemos encontrar os módulos do spring.

spring-core.jar: como o próprio nome já diz, este jar é o coração do framework. Responsável por “ler” os arquivos de configuração, criar os beans e aplicar a inversão de controle. Necessário para todas as aplicações que utilizam o spring.

spring-context.jar: este pacote contém classes que extendem as funcionalidades do spring-core. Por exemplo o ApplicationContext, suporte a EJB, JNDI, mail, templates web (freemarker e velocity), etc…

spring-aop.jar: Contém todas as classes para trabalhar com AOP. Você precisa adicionar este jar na aplicação se for utilizar de outros recursos do framework, como o controle de transação de modo declarativo.

spring-dao.jar: Contém a base para o suporte a DAO do framework. Inclui as classes de abstração da camada de controle de transação.

spring-jdbc.jar: Implementação do suporte a DAO para acessar dados utilizando JDBC.

spring-hibernate3.jar: Implementação do suporte a DAO para acessar dados utilizando o framework hibernate3. Assim como o hibernate, o spring oferece suporte ao ibatis, jdo, etc. Para cada framework existe um jar com a implementação das classes de suporte.

spring-web.jar: classes que auxiliam no desenvolvimento web com spring. Neste pacote estão os servlets e classes responsáveis pela integração com outros frameworks web (struts, webwork, jsf, etc..).

spring-webmvc.jar: este jar contém as classes do framework MVC do spring. Se você utiliza outro framework MVC, como o struts, este jar não é necessário.

————————-

Espero que com este breve comentário sobre os módulos do spring, você já se sinta encorajado a não usar mais o spring.jar, evitando que o classpath fique “inchado” com classes que não serão usadas pela aplicação.

Se você gostou do post, pode dar a ele um crédito no infoblogs??? Clique aqui para abrir o post no infoblogs e depois em creditar para dar seu crédito.

T+

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: